Os palácios

Prefeitura

Em frente à Catedral fica a Prefeitura do século XIII. Construída em 1206, inicialmente previa uma grande e única sala para as reuniões do povo. A estrutura medieval do palácio mantém-se inalterada até o final do século XV. Posteriormente as ajimezes do século XIII são substituídas por janelas retangulares e é acrescentado o novo edifício público de mármore recostado no pilar central da fachada. Entre as obras mais importantes no Palácio se destacam: o Portal da segunda metade do '500 na sala da escada, as grandes telas de Genovesino, Malosso e Boccaccino provenientes de igrejas da cidade demolidas e o molde de gesso da Porta Stanga (o original está no Louvre) na sala do conselho.

Palazzo Cittanova

O palácio, localizado na praça, foi construído em 1265. Juntamente com a igreja de Santa Agata, forma o núcleo da expansão medieval da cidade. Ao longo do século XII, no interior do palácio, reuniu-se o "Conselho da Cidade Nova", enquanto que a partir de 1412 tornou-se a sede da corporação dos comerciantes de fustão. Em 1756 foi transformado em quartel, depois em sede do arquivo notarial. Restaurado no final do século XX, atualmente é utilizado para congresso e eventos.

Palazzo Stanga

Construído no século XV, mas amplamente reformado em meados do século XVIII, foi parcialmente conservado o lado do pátio em frente à entrada, ricamente decorado em terracota. A parede inteira tem uma exuberância decorativa incrível: colunas, arcos com frisos, tondos com perfis de imperadores, uma moldura com volutas vegetais com consoles, a faixa que separa os pavimentos com decorações em relevo, cariátides. Além do pórtico de fundo, os visitantes podem admirar um belo jardim italiano. No interior, você pode visitar um número de salas no piso nobre - que se acessa por uma grande escadaria - com preciosos tetos pintados e valiosos pisos de madeira, muitos móveis e tecidos originais neoclássicos. O palácio abriga o Instituto Agrícola Stanga, a Fundação Cariplo, o Distrito Cultural da província de Cremona.

Palazzo Fodri

Representa um dos mais importantes exemplos da arquitetura nobre do renascimento lombardo, influenciado pela dominação de Sforza (final do séc. XV). A elegante fachada é embelezada com elementos arquitetônicos e decorativos em terracota de estilo excepcional. Além do portal se abre o pátio, o elemento mais interessante do palácio, que foi construído incorporando edifícios medievais anteriores. Dentro do palácio são preservados dois salões com restos da decoração a fresco original e as estruturas dos tetos com sequências inteiras de pinturas em madeira com os perfis de personagens ilustres da época.

Trecchi Palace

Construído em 1494, o palácio que se destacou por sua magnificência, e foi o lar de reis, imperadores, cardeais, homens ilustres e dirigentes, entre os quais Luis XII da França, Carlos V da Espanha e Garibaldi. As decorações originais em terracota estão conservadas no Museu Sforzesco de Milão. A estrutura atual é afetada pelas inúmeras intervenções que ocorreram, predominantemente com características neo-góticas. Também o pátio foi em grande parte reconstruído em estilo neo-gótico na época romântica; as dezoito colunas em mármore vermelho de Verona que suportam as abóbadas são originárias da biblioteca destruída do mosteiro de Santo Agostinho. Atualmente o palácio é sede congressional, local de exposições e recepções.

Palazzo Trecchi, sede dos cursos CEEP ;

Palazzo dell’Arte

O Palácio, encomendado ao arquiteto napolitano Carlo Cocchia por Roberto Farinacci (exponente de primeiro plano do Partido Nacional Fascista), continua a ser um dos pontos de chegada da cultura arquitetônica do início dos anos Quarenta. O palácio abriga o Museu do Violino.

Vá ao museu do violino >

Palazzo Affaitati

Construído na segunda metade do '500 para celebrar os Affaitati - rica família de banqueiros e comerciantes, proprietários de um marquesado na Flandres, financiadores das expedições bélicas de Carlos V contra os holandeses - reflete as intenções de pompa e magnificência dos clientes. O salão que leva ao andar nobre, ricamente com afrescos, está entre os maiores e mais complexos exemplos do barroco lombardo. No palácio estão localizados: o Museu Cívico Ala Ponzone, o Museu de Ciências Naturais, a Biblioteca Estadual.

http://musei.comune.cremona.it/PostCE-display-ceid-18.phtml

Palazzo Pallavicino Ariguzzi

Construído em meados do século XV, e reformado em 2005, é sede da Escola Internacional de Luteria, que tem inscritos de todo o mundo.

http://www.scuoladiliuteria.it/

Descubra mais sobre a cidade e os palácios no site http://turismo.comune.cremona.it/en